Iniciativas italianas para Lixo Zero são apresentadas na FECAM

Desenvolvimento Econômico e Sustentabilidade

23 de outubro de 2018 18:31

Em continuação ao acordo firmado entre a Federação Catarinense de Municípios - FECAM e o Instituto Lixo Zero Brasil, aconteceu nesta terça-feira, 23, na sede da entidade municipalista uma roda de conversa com o tema "Municípios Lixo Zero modelo Itália". Três especialistas italianos apresentaram aos colaboradores das empresas do Sistema FECAM experiências de municípios do país europeu que podem servir de referência para iniciativas em Santa Catarina. A apresentação também foi transmitida ao vivo pelo canal do Youtube da FECAM.

Enzo Vergalito, especialista em serviços de coleta de resíduos; Stefano Ambrosini, engenheiro industrial em Tecnologia da Informação; e Raphael Rossi, especialista no projeto de sistemas de gerenciamento de resíduos avançados e virtuosos em várias e complexas cidades da Itália, falaram por quase duas horas sobre os cases locais. Vergalito falou sobre seus estudos um sobre o que pode ser feito para que coleta seletiva funcione melhor, em particular em sistemas inovadores de compartilhamento de custos entre os usuários. Rossi compartilhou sua experiência sobre os sistemas de reciclagem porta-a-porta implantando em Trento, Bari, Roma, Nápoles e Parma. 

O encontro contou a participação da presidente em exercício da FECAM, Sisi Blind, prefeita de São Cristóvão do Sul, e do prefeito de Caibi, Elói José Líbano, que aprovou a iniciativa. “Essa oportunidade de conhecer experiências do projeto lixo zero do Itália é importante para a implantação de planos de gestão integrada de resíduos sólidos, especialmente da coleta seletiva. Na da região da AMERIOS (Associação dos Municípios do Entre Rios) estamos num momento agora de mobilização social e educacional para que isso seja possível a partir de abril do próximo ano”, destacou Libano.

A ação faz parte de projeto do Eixo de Desenvolvimento Econômico e Sustentabilidade, que a partir da parceria entre com o Instituto Lixo Zero, busca que todos os municípios catarinenses tenham um programa para serem lixo zero até 2030. A ideia é difundir o máximo aproveitamento e o correto encaminhamento dos resíduos nos municípios.

Íntegra da roda de conversa 

Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar