Fortalecimento do SUAS e da Política de Assistência Social pautam Seminário realizado em Florianópolis

Assistência Social

31 de maio de 2019 17:27

Mais de 500 pessoas diretamente envolvidas com a área social dos municípios catarinenses participam desde quarta-feira (30) do X Seminário Estadual de Gestores e Trabalhadores da Política de Assistência Social, que até esta sexta-feira (31), no Hotel Canasvieiras Internacional, em Florianópolis.

O evento teve o objetivo de possibilitar a atualização dos temas pertinentes à implementação e qualificação do Sistema Único de Assistência Social em Santa Catarina. “Esse espaço tem que ser de fortalecimento, das linhas, do alinhamento das necessidades, do cumprimento da Constituição e das lutas, para que os direitos sejam cumpridos”, explicou a prefeita de São Cristóvão do Sul, Sisi Blind, que representou a Federação Catarinense de Municípios – FECAM no evento. “Essa não é uma política de governo, é uma política púbica pelo bem das pessoas. O dono desse processo é o povo”, concluiu ela.

A importância da política de Assistência Social e os 10 anos do SUAS foram outros pontos abordados durante o evento. “Assistência é de fundamental importância para que todos tenhamos uma sociedade mais justa e igualitária para todos”, ressaltou o prefeito de Rio Negrinho, Júlio Ronconi, presidente da Escola de gestão Pública Municipal - EGEM.

Aspecto levantado também pelo promotor de justiça e coordenador do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude, João Luiz de Carvalho Botega. “Não podemos mais trabalhar com ranços do assistencialismo, do minorismo, do familismo, todas essas heranças que temos que romper, para que a política de Assistência Social se coloque como uma política capaz de superar obstáculos e assim construir uma sociedade mais justa, livre e igualitária. Uma política que transforme a vida das pessoas e reduza as desigualdades regionais e locais que afligem o nosso país”, finalizou ele. “Precisamos reforçar e reaprender a garantir aquilo que foi previsto na Constituição. A voz do usuário e o espaço de trabalhadores e gestores é de suma importância”, comentou também a presidente do Fórum Estadual de Usuários do SUAS, Solange Bueno.

A presidente da Frente Parlamentar da Assistência Social, deputada estadual Luciane Carminatti, também defendeu a Assistência como uma política fundamental e que precisa sair do papel. Ela colocou que a prioridade da Frente Parlamentar é garantir o financiamento de 1% da corrente líquida do Estado para a área e a efetivação da Lei do FEAS. “Meu sonho é um país mais justo, democrático e igual para todos. Enquanto isso não for possível, eu quero chegar em cada município e ter todos os programas da Assistência Social para que a gente possa reverter os indicadores sociais”, expôs ela.

Programação

Diversas foram as palestras e trocas de conhecimento que ocorreram durante o evento. A Gestão e Controle Social do SUAS, a Atuação Interdisciplinar do Sistema, o Trabalho Social do Famílias, o diagnóstico territorial de áreas vulneráveis, a gestão financeira e orçamentária do SUAS além do Relato de Experiências bem-sucedidas em municípios catarinenses foram alguns dos temas abordados durante o evento.

O evento deu espaço ainda para três oficinas: Proteção Social Básica, Proteção Social Especial – Médica Complexidade e Proteção Social Especial – Alta Complexidade.

Mais fotos aqui.