Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6 Alto contraste 6

INFORMAÇÃO- retorno aulas presenciais em SC

Educação

06 de novembro de 2020 17:52

A Federação Catarinense de Municípios (FECAM) acompanhou a reunião virtual na tarde desta sexta-feira (6/11) do Comitê Estratégico de Retorno às Atividades Presenciais nos ambientes escolares do Estado Santa Catarina. Em função do anúncio do Governo do Estado que deverá publicar nova portaria nas próximas horas, alterando as atuais, autorizando as atividades escolares presenciais mesmo com a Matriz de Risco identificada como POTENCIAL GRAVE (cor laranja), a FECAM orienta prudência às Prefeituras Municipais, às Redes Municipais de Ensino e aos Comitês de Contingenciamento da Pandemia Covid-19. O alerta da FECAM, considera o momento de aumento expressivo de casos da Covid-19 em todo o território catarinense. No período de 1 a 5 de novembro, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde, foram confirmados 8.587 casos de Covid-19 em SC e 51 mortes.

A FECAM mantém o posicionamento de alertar e solicitar máxima prudência dos gestores municipais, pois o registro dos infectados pelo vírus no Estado aumenta em todas as regiões, sem distinção. A Federação reforça que é preciso continuar respeitando os protocolos rígidos de segurança dos órgãos sanitários e avaliar cautelosamente o retorno presencial nas escolas, de forma responsável e segura.

O diretor executivo da FECAM, Dionei Walter da Silva, fez uso da palavra durante a reunião e cobrou das autoridades do Estado a garantia da fiscalização do cumprimento dos Planos de Contingência que, segundo anúncio da Governadora Daniela Reihner, mantém-se como condição (devidamente homologados), para que as escolas reabram. O diretor reforçou a autonomia dos entes e, ao mesmo tempo, a necessidade de manter ações colaborativas no sentido de atender a população com o devido cuidado que o momento atual exige.

A FECAM ainda orienta os municípios a reunirem seus Comitês Municipais e solicitar que se mantenham empenhados nas análises e devidas homologações dos Planos de Contingência (Plancon Edu).