Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6 Alto contraste 6

Fecomércio une-se à Câmara Técnica da Fecam para viabilizar apoio aos empreendedores catarinenses

Desenvolvimento Econômico e Sustentabilidade

31 de março de 2021 11:30
União entre as duas entidades para viabilizar a implantação de medidas de apoio aos empreendedores catarinenses atingidos pela pandemia foi selada em reunião virtual nesta sexta-feira, 26. Em encontro entre o presidente da Câmara Temática de Desenvolvimento Econômico da Federação Catarinense de Municípios – FECAM, Marcelo Fett, pelo secretário de Desenvolvimento Econômico de São José, e o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo – FECOMÉRCIO-SC, Bruno Breithaupt, foram discutidas ações para viabilizar as medidas previstas no Programa Emergencial de Combate aos Efeitos Econômicos de Pandemia – SUPERA SC, idealizado e planejado por Fett e defendido pelo colegiado da entidade municipalista.

Durante a agenda, foi combinado que a proposta que será levada para o Governo do Estado incluirá também a previsão de incentivos fiscais, defendida pela entidade empresarial. Além disso, para a criação dos Fundos de apoio aos empreendedores catarinenses, especialmente aos micros e pequenos, a FECOMÉRCIO-SC disponibilizará os convênios com os bancos de fomento já formalizados para agilizar as operações dos empréstimos.

Uma nova reunião ampliada com a participação dos secretários municipais de desenvolvimento dos 295 municípios catarinenses será marcada para o dia 5 de abril com o objetivo de avançar nas tratativas e unir forças para que o tema avance o quanto antes.

Desde o dia 3 de março, o secretário josefense tem defendido a criação de fundo que sirva como vacina na economia de SC. A proposta ganhou força com o apoio da FECAM e a criação da Câmara Técnica. Agora com a união da Fecomércio e a sinalização governamental de que irá estudar medidas, o tema deve ganhar celeridade.

“Assim como todos estamos na expectativa de sermos vacinados o quanto antes para nos protegermos da Covid-19, os empreendedores também precisam que o governo apresente uma vacina para salvar a economia neste momento difícil. Precisamos de medidas que priorizem a saúde das pessoas, mas também leve em conta as dificuldades de quem empreende. Apenas ser contra ou a favor do lockdown sem propor nada não resolve”, enfatiza.

Uma nova reunião ampliada com a participação dos secretários municipais de desenvolvimento dos 295 municípios catarinenses será marcada para o dia 5 de abril com o objetivo de avançar nas tratativas e unir forças para que o tema avance o quanto antes.

*Com informações do Blog do Prisco