• FECAM - Federação de Consórcios, Associações e Municípios de Santa Catarina

Vigilância Sanitária alerta sobre riscos com água e alimentos nas regiões afetadas pela enchente

Vigilância Sanitária alerta sobre riscos com água e alimentos nas regiões afetadas pela enchente

Vigilância Sanitária alerta sobre riscos com água e alimentos nas regiões afetadas pela enchente 150 150 Fecam Portal

As enchentes podem causar sérios danos à saúde da população, pois afetam os sistemas de água e saneamento. Para reduzir os riscos de infecções nas áreas atingidas, a Secretaria de Estado da Saúde, através da Vigilância Sanitária, está divulgando cuidados estratégicos a serem observados tanto durante as cheias quanto na hora da limpeza dos imóveis.

CUIDADOS COM ALIMENTOS:

Todo alimento que ficou submerso ou umedecido não deve ser consumido mesmo que esteja em embalagem plástica;
Caso tenha ocorrido falta de energia e os alimentos tenham ficado na geladeira, sem contato com a água da chuva, não consumi-los nas seguintes ocorrências: se tiverem alteração de cor, odor ou de consistência. Por exemplo: carne crua muito amolecida;
Os alimentos enlatados que ficaram submersos também não devem ser consumidos.

CUIDADOS COM A ÁGUA:
Moradores de casas abastecidas pelo sistema público de água devem entrar em contato com a empresa responsável pela distribuição caso observem alguma alteração na água da torneira (como odor ou coloração diferente do habitual).
Se a água provém de outras fontes e a casa tiver sido atingida pela enchente, os moradores precisam tomar os seguintes cuidados:
Antes de utilizar a água, tratá-la com hipoclorito de sódio. A receita é 5 (cinco) gotas de hipoclorito de sódio para cada litro d”água. Consumir a água 30 minutos depois da utilização do cloro;
Caso não se tenha hipoclorito de sódio, a fervura da água antes do consumo é uma alternativa segura e deve ser feita quando a água estiver turva.

Qualquer dúvida, procure a Vigilância Sanitária da sua cidade.

NA HORA DA LIMPEZA:
As enchentes aumentam os riscos de contágio de doenças como a leptospirose, por causa do contato da população com a água e lama contaminadas. A ingestão de água contaminada também acarreta risco de contrair de hepatite A ou diarréias. Em função disso, é preciso evitar o contato com a lama que fica das enchentes, pois ela é altamente infectante. Use sempre luvas e botas. Esses acessórios também ajudam na proteção contra os animais peçonhentos que saem de suas tocas devido às águas.

É necessário limpar e desinfectar os reservatórios de água mesmo quando não atingidos pela enchente, já que a rede de fornecimento de água pode apresentar vazamentos e contaminá-los.

* A Vigilância Sanitária está à disposição da população através do site www.vigilanciasanitaria.sc.gov.br/divs ou pelos telefones (48) 3251-7889 e 3251-7995.

Fonte: Vigilância Sanitária