• FECAM - Federação de Consórcios, Associações e Municípios de Santa Catarina

MDS capacita gestores de 199 cidades de SC para expandir Bolsa Família

MDS capacita gestores de 199 cidades de SC para expandir Bolsa Família

MDS capacita gestores de 199 cidades de SC para expandir Bolsa Família 150 150 Fecam Portal

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), realizou na última segunda-feira, 18, as atividades de capacitação de gestores e técnicos da área social, de educação e de saúde de 199 municípios de Santa Catarina com o objetivo de expandir o Bolsa Família no estado. O programa de treinamento ocorrerá em oito cidades até do dia 10 de novembro e visa capacitar os profissionais para efetuarem a migração das famílias do Cadastro do Bolsa Escola para o Cadastro Único, que conseqüentemente, passarão a ser atendidas pelo Bolsa Família.

Como são necessárias mais informações das famílias para que elas passem a constar no Cadastro Único, já que os programas sociais do governo federal visam dar proteção integral a todo o grupo familiar, as prefeituras precisam coletar mais dados além dos informados para o Bolsa Escola. Com a migração, o valor médio repassado a cada família poderá ser triplicado.

A primeira rodada de capacitação aconteceu em Rio do Sul, nos dias 18 a 20, com a participação de gestores de 31 municípios. O evento foi realizado no auditório do Hotel Aliança (rua Bulcão Viana, 167). Em seguida houve treinamento em Blumenau, Itajaí, Araranguá, Criciúma, Tubarão, Lages e Florianópolis. Até agora, a capacitação já envolveu representantes de mais de dois mil municípios do País.

O Cadastro Único vai assegurar a participação de todas as famílias pobres nas políticas sociais e melhorar o uso dos recursos públicos, principalmente porque evita sobreposição de programas. O banco de dados também proporciona aos governos municipais, estaduais e federal o diagnóstico socioeconômico das famílias cadastradas, possibilitando a análise de suas demandas prioritárias.


 


Parceria

De acordo com os dados de setembro do MDS, o Bolsa Família já está presente nos 293 municípios de Santa Catarina. São atendidas 72.595 famílias, com investimento mensal de R$ 4,7 milhões. O ministério também continua atendendo os beneficiados do Bolsa Escola (60 mil famílias), Bolsa Alimentação ( 5.271 famílias), Cartão Alimentação (266 famílias) e Auxílio Gás ( 132.313 famílias), até que todos sejam migrados para o Bolsa Família. O repasse mensal totaliza R$ 3,5 milhões.

Segundo os critérios do programa, que completa o seu primeiro no dia 20, as famílias com renda per capita mensal de até R$ 50 recebem um benefício básico de R$ 50 mais um valor variável de R$ 15 por filho de até 15 anos, gestantes e nutrizes, até o limite de 45 reais. As famílias com renda de R$ 51 a R$ 100 recebem apenas o benefício variável de acordo com a composição familiar, também com o limite de R$ 45.

Para ampliar a quantidade de famílias atendidas e aperfeiçoar o programa, o MDS e o governo de Santa Catarina deverão firmar termo de cooperação. De acordo com a parceria, o estado apoiará as prefeituras na inclusão no Cadastro Único das famílias; promoverá ações complementares à manutenção do cadastramento e a atualização das informações; fará, em articulação com a União e os municípios, o acompanhamento do cumprimento das condicionalidades do Bolsa Família, e atenderá com suas políticas públicas as famílias beneficiárias do programa, potencializando a rede de proteção e promoção social.


 


Fonte: Assessoria de Imprensa do MDS